Sexta, 14 de Junho de 2024
22°

Tempo limpo

Belo Horizonte, MG

Especiais AERONAVES

Vantagens da propriedade compartilhada atraem brasileiros que nunca tinham pensado em adquirir uma aeronave

A possibilidade de fracionar outros custos - como seguros, salários da tripulação, treinamento anual em simulador, manutenção, hangaragem e outros - reduz as despesas fixas dos cotistas, em comparação a de um proprietário exclusivo

23/05/2024 às 09h17 Atualizada em 23/05/2024 às 09h32
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: André Bernstein, CEO da Solojet Aviação. Divulgação
Foto: André Bernstein, CEO da Solojet Aviação. Divulgação

Os brasileiros estão descobrindo as vantagens de comprar uma cota compartilhada de aeronaves, até mesmo empresários que nunca pensaram em ter uma aeronave ou adiaram a decisão de comprar. Desde a mudança na legislação, em 2020, que tornou a propriedade compartilhada mais simples e ainda mais segura, novos públicos estão buscando informações sobre o modelo de negócios.

A propriedade compartilhada é muito vantajosa para quem usa a aeronave o bastante para não gastar tanto com fretamento, mas não tem demanda suficiente para possuir uma aeronave exclusiva”, aponta André Bernstein, CEO da Solojet Aviação, empresa responsável pelo programa de compartilhamento de aeronaves Solojet Shares.

Segundo o executivo, muitos interessados se surpreendem ao descobrir que compram uma cota, mas têm uma disponibilidade de voo que vai além da fração da aeronave que adquiriu. “Como temos uma frota de aeronaves, é possível oferecer aeronaves disponíveis para voo para atender às mais diversas necessidades do cliente com mais facilidade”, explica Bernstein.

Em resumo, a pessoa compra uma cota, mas leva um pacote de serviços que inclui oficina de manutenção, de renovação de interiores e o gerenciamento completo. “Basta se preocupar com os próprios negócios e organizar as agendas de voo, e a gente cuida do resto”, conclui Bernstein.

Custos fixos também são compartilhados

Aeronaves Hawker 400 do programa de compartilhamento Solojet Shares. Divulgação

Outra surpresa que os futuros cotistas têm é a divisão dos custos fixos, como seguro, hangaragem, salário da tripulação, simulador anual da tripulação, manutenção e revisão de motores, entre outros. “Ter uma aeronave é algo caro, por isso qualquer alternativa que ajude a reduzir é muito bem-vinda. A mobilidade e o ganho de tempo, por si só, são os maiores ganhos da aviação executiva, mas é preciso investir exatamente no que vai ser usado”, explica Bernstein. Para ele, cada vez mais as pessoas estão percebendo que precisam adquirir apenas aquilo que vão usar, e apenas uma cota já resolve a demanda em horas de voo.

Saiba mais sobre a Solojet Aviação

A Solojet Aviação é uma empresa completa no segmento de aviação executiva. Oferece serviços de compartilhamento de aeronaves, Solojet Shares, com aeronaves Hawker 400XP e Citation X, compra e venda, atendimento, gerenciamento de aeronaves e revitalização de interiores. Através de sua oficina homologada para diversos modelos de aeronaves executivas pela ANAC, é também representante de importantes marcas, como a Raisbeck Engineering e a Blackhawk Modifications, que oferecem kits para upgrades aerodinâmicos e de motores para King Air.  Baseada no Aeroporto de Jundiaí, se destaca por oferecer todos os serviços em um único lugar aos clientes.

Serviço: https://solojetaviacao.com.br/

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias