Sexta, 14 de Junho de 2024
22°

Tempo limpo

Belo Horizonte, MG

Turismo CONECTIVIDADE AÉREA

Demanda por turismo no Brasil estimula companhias aéreas a expandirem operações no país

Neste ano, importantes empresas do setor aéreo internacional, como Emirates, American Airlines e Air France, anunciaram novas rotas de conexão entre diferentes destinos estrangeiros e o país

10/05/2024 às 09h22
Por: Redação Fonte: Jornalista Fábio Marques do MTUR
Compartilhe:
Foto: Divulgação da Emirates.
Foto: Divulgação da Emirates.

Os extrangeiros querem conhecer o Brasil. Uma das evidências disso é a alta do número de companhias aéreas internacionais operando no país, que impulsiona o turismo nacional e, ao mesmo tempo, apresenta toda a potencialidade do setor, trazendo diversos benefícios á economia. Neste ano, importantes empresas aéreas estrangeiras, como Emirates, American Airlines e Air France, anunciaram novas rotas de conexão entre diferentes destinos estrangeiros e o Brasil.

Atraídos por belezas naturais, uma rica gastronomia ou pelo povo hospitaleiro, cada vez mais visitantes internacionais têm incluído o Brasil como destino favorito em viagens. Esta tendência é impulsionada por uma série de fatores, a exemplo da promoção do mercado turístico interno em feiras internacionais, o crescimento econômico do país e o aumento da demanda por viagens aéreas.

Com tamanha procura, diversas companhias aéreas expandiram rotas ao Brasil. A Air France, por exemplo, aumentará a sua operação em Fortaleza (CE) durante o inverno europeu. Serão cinco voos semanais entre a capital cearense e Paris, na França, de outubro de 2024 a fevereiro de 2025, frente às atuais três frequências semanais ofertadas.

O Ministro do Turismo, Celso Sabino, aponta vantagens da disponibilidade de mais voos ao Brasil. “Com uma maior conectividade aérea, mais destinos do Brasil estão acessíveis para turistas vindos de fora do país, que antes poderiam enfrentar dificuldades para chegar a determinadas regiões. Isso tem contribuído para a diversificação do turismo no Brasil, com mais pessoas explorando não apenas os destinos mais conhecidos, como Rio de Janeiro e São Paulo, mas também áreas menos visitadas, como o Pantanal, a Amazônia e o Nordeste”, ressalta.

A empresa aérea British Airways, do Reino Unido, também terá 10 voos semanais para São Paulo ainda neste ano, reforçando a sua presença no Brasil. Atualmente, a companhia opera uma viagem diária ligando o Aeroporto de Heathrow, em Londres, ao de Guarulhos (SP), realizados com um Airbus A350-1000. A partir de 29 de outubro, haverá mais três voos, às terças, quintas-feiras e sábados.

Os portugueses também demonstram interesse em visitar o país. A companhia aérea TAP anunciou que terá mais 16 voos conectando as principais cidades brasileiras à Europa no pico do verão no continente. Serão 91 viagens por semana, uma média de 13 por dia. No total, 11 cidades do Brasil (com 13 rotas, para Lisboa e Porto) conectam o país às cidades portuguesas.

As companhias aéreas Emirates e American Airlines, por sua vez, anunciaram novos voos ao Aeroporto do Galeão (RJ). A partir de dezembro, a Emirates aumentará de quatro para cinco as frequências semanais na rota Rio-Dubai. Já a American Airlines informou que terá um novo voo do Galeão rumo a Dallas, nos Estados Unidos, pelo Aeroporto de Fort Worth. Além disso, a empresa norte-americana vai aumentar a sua operação do Galeão com destino a Nova York (EUA), pelo Aeroporto JFK, passando de três voos semanais para um serviço diário, de outubro de 2024 a março de 2025.

América do Sul - Os vizinhos sul-americanos também têm demandado mais viagens para terras brasileiras. A JetSMART Airlines anunciou três novas rotas no Brasil: Curitiba (PR)-Santiago (Chile); Curitiba-Buenos Aires (Argentina) e Porto Alegre (RS)-Buenos Aires. Com isso, a empresa chega a 10 voos diretos partindo do Brasil, somados às outras sete rotas que já ligam Florianópolis (SC) a Buenos Aires e Santiago; Rio de Janeiro a Santiago, Buenos Aires e Montevidéu e São Paulo e Foz do Iguaçu (PR) para Santiago.

Incentivos - Para atrair mais voos internacionais ao Brasil, o governo federal lançou o Programa de Aceleração do Turismo Internacional (PATI). A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Ministério do Turismo, o Ministério de Portos e Aeroportos e a Embratur, que atuam em dois eixos: a ampliação da oferta de assentos regulares em voos internacionais e a melhoria da experiência dos turistas em aeroportos brasileiros.

Dando início ao primeiro eixo, foi publicado um edital de chamamento público, em caráter piloto, para incentivar companhias aéreas brasileiras e estrangeiras a implantarem novos voos regulares rumo a destinos turísticos do Brasil. As empresas selecionadas receberão incentivos financeiros para realizar ações de promoção de localidades nacionais no mercado estrangeiro, incentivando visitantes a conhecerem o Brasil.

Serviço: https://www.gov.br/turismo/

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias